BTS 2019 | Mesa de Debate – Audiovisual Expandido: Pesquisa + Difusão

DOMINGO 15/09 – 18h
MIS – SP

MESA DE DEBATE | Audiovisual Expandido: Pesquisa + Difusão

com Paula Perissinotto, Marília Pasculli e Ruy Luduvice

Paula Perissinotto é artista especializada em linguagem eletrônica, formada em Artes Plásticas pela FAAP, mestre em Poéticas Visuais pela ECA-USP e mestre em Curadoria e Práticas Culturais em Arte e Novas Mídias pelo MECAD. Foi professora universitária, com uma trajetória acadêmica na qual visou explorar o avanço das fronteiras que a tecnologia produziu sobre a arte contemporânea. Desde 2000, é cofundadora e organizadora do Festival Internacional de Linguagem Eletrônica (FILE), organização que promove e incentiva as produções científicas, estéticas e culturais relacionadas à cultura digital. Há 20 anos, busca construir por intermédio do FILE uma plataforma cultural internacional para estimular a produção cultural e dar visibilidade ao desenvolvimento da arte e da tecnologia no Brasil.

 

Marília Pasculli é bacharel em Comunicação Social em Rádio e Televisão pela FAAP e mestre em Curadoria de Arte Digital pelo MECAD, com residência curatorial no Node Center for Curatorial Studies. Foi fundadora da Galeria de Arte Digital SESI-SP, onde produziu e curou diversas exposições de arte digital, dentre elas, o SP_Urban Digital Festival. Já na 7ª edição, o SP_Urban busca oferecer canais de divulgação cultural como parte integrante da cidade, unindo arte, arquitetura e tecnologia. Marília também fez curadoria de projetos de urban media art em São Paulo. Foi pioneira em implementar game art em larga escala no Brasil, com a mostra PLAY!, e realizou a curadoria de Immersesphere, o primeiro festival fulldome do país. Representou o Brasil na China durante o MAB Media Architecture Biennale como uma das palestrantes do Simpósio Digital Publics. É diretora criativa da Verve Cultural, produtora especializada em curadoria de arte digital em espaços públicos e em formatos de mídia inovadores.

 

Ruy Luduvice é coordenador de pesquisa da Associação Cultural Videobrasil e doutorando em Filosofia pela USP. Graduou-se em Filosofia pela mesma instituição, com período de intercâmbio na Université Paris Nanterre. Mestre em Filosofia pela USP, defendeu a dissertação “Espelhos e abismos: autoria, erotismo e primitivismo em Louise Bourgeois”. Dedica-se atualmente à crítica de arte de Georges Bataille. É membro do Grupo de Estudos em Estética Contemporânea do Departamento de Filosofia da Universidade de São Paulo.